NORMAS DE TRABALHOS
DE SUBMISSÃO
VEJA AS NORMAS
Você pode enviar apenas o resumo para a apresentação de seu trabalho. O resumo poderá ser de de pesquisas científicas concluídas, em andamento ou relato de experiência. Os autores terão 40 dias para enviar o trabalho completo ou resumo expandido após a finalização do evento.
Baixe o modelo clicando abaixo

NORMAS DE TRABALHO COMPLETO

 

Artigo completo

O artigo deverá ser fruto de pesquisa acadêmica concluída ou em andamento, análise crítica de prática educativa realizada no âmbito escolar ou não escolar. 

GT I - Currículo e a Educação para as relações étnico-raciais

GT II - Ciências e relações étnico-raciais 

GT III – Lei 10.639/03 e 11.645/08 em espaços escolares e não escolares

GT IV - Arte, História e Diversidade

GT V - Religiosidade e cultura Afro-brasileira e Africana

GT VI – Direito, Identidade, negritude, gênero

Público alvo:Pesquisadores/as em geral, movimentos sociais e demais interessados que tenham realizado pesquisa  teórico - prática de aproximação com as diversas temáticas focadas nesse evento.

PÁGINA 

Utilizar modelo timbrado do evento. 

O artigo deverá ter no mínimo 8 (oito) e no máximo 20 (vinte) páginas, incluindo as referências.

MARGEM

Esquerda e superior: 3,0 cm 
Direita e inferior: 2,0 cm

ESTRUTURA DO ARTIGO

Fonte: Times New Roman,

Título: Negrito , tamanho 14, maiúsculas, alinhamento centralizado;

Resumo: parágrafo único de 100 a 250 palavras; Palavras-chave: 3 (três) a 5 (cinco);
Texto: espaçamento 1,5 Tamanho da fonte: 12, Recuo de parágrafo de 1,25 cm a partir da margem esquerda.
Estrutura do texto: Introdução, Desenvolvimento, Conclusão e Referências; 

NORMAS DE RESUMO EXPANDIDO

 

Resumo Expandido

O resumo deverá ser fruto de pesquisa acadêmica concluída ou em andamento, análise crítica de prática educativa realizada no âmbito escolar ou não escolar. 

GT I - Currículo e a Educação para as relações étnico-raciais

GT II - Ciências e relações étnico-raciais 

GT III – Lei 10.639/03 e 11.645/08 em espaços escolares e não escolares

GT IV - Arte, História e Diversidade

GT V - Religiosidade e cultura Afro-brasileira e Africana

GT VI – Direito, Identidade, negritude, gênero

Público alvo:Pesquisadores/as em geral, movimentos sociais e demais interessados que tenham realizado pesquisa  teórico - prática de aproximação com as diversas temáticas focadas nesse evento.

PÁGINA 

Utilizar modelo timbrado do evento. 

O artigo deverá ter no mínimo 2 (duas) e no máximo 4 (quatro) páginas, incluindo as referências.

MARGEM

Esquerda e superior: 3,0 cm 
Direita e inferior: 2,0 cm

ESTRUTURA DO ARTIGO

Fonte: Times New Roman,

Título: Negrito , tamanho 14, maiúsculas, alinhamento centralizado;

Texto: espaçamento 1,5 Tamanho da fonte: 12, Recuo de parágrafo de 1,25 cm a partir da margem esquerda.
 

GT I - Currículo e a Educação para as relações étnico-raciais.

Coordenadoras: Professora Dra. Maria Aparecida Augusto Satto Vilela & Professora Ms. Rafaela Rodrigues Nogueira 

Este eixo tem como objetivo discutir os trabalhos que abordam os estudos curriculares em consonância com a educação para as relações étnico-raciais, desde a educação básica ao ensino superior e espaços não escolares, comunidades quilombolas, núcleos de estudos, programas de iniciação à docência (PIBID) e educação tutorial (PET). Duas proposições estão aqui vinculadas: reunir pesquisadores que se dedicam ao estudo do currículo, enquanto artefato histórico e cultural, e suas implicações na aplicabilidade e legitimação da legislação que baliza o campo da educação para as relações étnico-raciais, e a busca por indagações epistemológicas por meio de trabalhos que contextualizam a contemporaneidade dos estudos na área curricular relacionados às temáticas que abordam legislação, multiculturalismo, identidade, prática educativa e cultura organizacional, dentre outras.

GT II - Ciências e relações étnico-raciais.

Coordenadora: Professora Dra. Cristiane Maria Ribeiro & Professora Dra. Luciane Ribeiro Dias Gonçalves 

A proposta desse eixo é reunir, estudiosos de qualquer área das ciências que utilizam o conhecimento como base para a discussão e problematização de questões relacionadas ao campo da Etnociência, em espaços escolares e espaços não escolares. Assim sendo, poderão participar deste eixo pesquisadores/as que analisem as contribuições da história e cultura afro-brasileira e africana e sua relação com o contexto educacional e social, bem como pesquisadores/as negros/as que desenvolvem seus trabalhos com temas diversos que interseccionam com as questões raciais.

GT III – Lei 10.639/03 e 11.645/08 em espaços escolares e não escolares.

Coordenadores: Professora Dra. Mical de Melo Marcelino & Professor Carlos Antônio dos Santos 

O eixo abriga pesquisas sobre a legislação que baliza a história e cultura afro-brasileira e africana e a educação indígena. Os trabalhos vinculados a esse eixo acolhem pesquisas com resultados parciais e finais sobre práticas educativas em espaços escolares e não escolares relacionadas ao livro didático, à identidade étnico-racial, à educação indígena, à educação quilombola e às políticas afirmativas. Propõem-se reunir trabalhos que problematizem a legislação referente às Leis 10.639/03 e 11.645/08, com o intuito do debate sobre a legitimação e aplicabilidade desse aparato jurídico-normativo nos espaços educacionais e comunitários.

GT IV - Arte, História e Diversidade.

Coordenadora: Professora Dra. Simone Aparecida dos Passos 

Este eixo congrega pesquisas (em andamento ou concluídas) e relatos de experiência sobre a temática tange à arte afro-brasileira e africana (arte visual, dança, música e teatro), à literatura afro-brasileira e africana, à imagem do negro na indústria cinematográfica, às práticas pedagógicas e às práticas culturais dentro e fora do espaço educacional relacionadas à cultura africana e afro-brasileira . O eixo também reúne trabalhos que abordem os aspectos historiográficos da educação para as relações étnico-raciais, agrupando estudos sobre a historiografia africana, a diversidade cultural e a história dos afrodescendentes no Brasil, estendendo-se à temas como memória, identidade e patrimônio – nas suas mais variadas formas.

GT V - Religiosidade e cultura Afro-brasileira e Africana.

Coordenador: Professor Dr. Anderson Pereira Portuguez

 

Este eixo objetiva contribuir sobre os estudos da temática religiosidade e cultura afro-brasileira e africana, sua historicidade e relação com o espaço educativo e espaço não escolar. Estão contemplados os relatos, pesquisas em andamento ou concluídas sobre ritos religiosos africanos, religiosidade afro-brasileira e sincretismo religioso no Brasil. Com vistas ao fortalecimento do campo da pesquisa em educação para as relações étnico-raciais e do subtema religiosidade, busca-se colaborar com o diálogo e a problematização da temática por meio de estudos que visem à desmistificação da religiosidade de matriz africana e afro-brasileira, contribuindo para desconstruir estereótipos e preconceitos, enfatizando a diversidade na constituição da identidade do povo brasileiro. 

GT VI – Direito, Identidade, negritude, gênero.

Coodenadoras: Professora Dra. Adriana Andrade Ruas & Professora Dra. Tatiane Pereira Souza 

Este eixo discute relatos, pesquisas em andamento ou concluídas relacionadas à ancestralidade, identidade cultural, racismo, direito à diversidade étnico-racial, política educacional étnico-racial, multiculturalismo e diáspora africana. Busca discutir as contribuições do campo jurídico-normativo à constituição da identidade nacional e processo de mestiçagem no Brasil, diáspora africana como fenômeno histórico-social, e relação de gênero na atualidade em interlocução com os estudos na área da educação para as relações étnico-raciais.

GT VII - Genêro, sexualidade e relações com a comunidade LGBTQIA+. 

Coodenadora: Professora Dra. Karina Klinke 

Este eixo tem como objetivo pensar a cidadania como fator determinante para a garantia de direitos básicos universais à comunidade LGBTQIA+, difusora do pensamento de igualdade e base social de transformação. Propõe pensar o trabalho na perspectiva da exclusão de grupos que não se enquadram no perfil que atenda ao capitalismo seletivo, o qual nega o acesso da comunidade LGBTQIA+ e negra ao trabalho formal e, com isso, o acesso a bens e serviços essenciais, tais como moradia, alimentação, saúde e lazer.

GT VIII - Gestão Social e Economia Popular Solidária.

Coordenadoras:  Professora Dra. Adriane de Andrade Silva; Professora Dra. Ana Carolina Siquieroli; Professora Dra. Cristiane Betanho; Professor Dr. Maria Raquel Gandolfi; Professor Dr. Peterson Elizandro Gandolfi; Professor Dr. Flander Calixto e Professora Dra. Cristiane Betanho. 

Este GT visa a refletir, sistematizar e divulgar estudos, práticas e possibilidades de geração de trabalho e renda de coletivos de trabalhadoras e trabalhadores negros, quilombolas e indígenas a partir dos princípios da Economia Popular Solidária, apontando para uma reprodução ampliada da vida em sociedade. Também se relaciona com a temática da gestão social e a busca de incorporar aspectos relacionados aos espaços de cidadania, relações interorganizacionais e administração e políticas públicas.  Temas interdisciplinares como democracia, desenvolvimento sustentável, desigualdade, justiça, democracia, cidadania e coletivos (fóruns, colegiados e conselhos) dialogam com este GT.